Eletrônica analógica

Circuitos de aplicação com amplificador operacional e conceitos para referência teórica

Circuitos de aplicação com amplificador operacional e conceitos para referência teórica

Na imagem acima, um oscilador em ponte de Wien com amplificador operacional e estabilização de amplitude. Em um amplificador operacional (amp-op) ideal a tensão de entrada diferencial é [vd = v2 – v1 ≅ 0]. Aplica-se a fórmula [vd = vo/Ad] sabendo que vo é finita e Ad é infinita. Na prática, claro, o Ad não é infinito (por exemplo, Ad = 100.000). Para uma tensão de saída vo = 10V e aplicando a fórmula anterior, temos vd = 100 μV. Em um amplificador operacional Continue lendo

Como variações na frequência limitam o ganho de amplificadores gerais e sintonizados

Como variações na frequência limitam o ganho de amplificadores gerais e sintonizados

Como o ganho de tensão ou corrente de um amplificador varia em função da frequência? Um capacitor de by-pass pode influenciar? E um capacitor de acoplamento? Este é mais um conteúdo da série para consulta e aplicação rápida. Então compartilhe esta referência pelos links: Facebook – Linkedin – Twitter – Google Plus Ganhos de amplificador limitados por frequências O ganho típico de corrente ou de tensão de um amplificador varia em função da frequência. Este ganho diminui nas baixas e altas frequências, devido a dois tipos Continue lendo

Análise de transistor para funcionar com pequenos sinais e baixa frequência

Análise de transistor para funcionar com pequenos sinais e baixa frequência

O estudo de parâmetros híbridos do transistor é importante na análise detalhada geral de circuitos eletrônicos. Imagem acima: a parte sombreada superior é o amplificador principal. A inferior azul é a realimentação. Com o objetivo de analisar um circuito, se as excursões das correntes e tensões coletor-emissor e dreno-fonte forem muito pequenas, o transistor poderá ser substituído por um modelo equivalente de pequenos sinais. Nesse caso, não se utiliza o método gráfico. O modelo linear poderá ser investigado através de métodos clássicos de análise de Continue lendo

Blocos comuns de circuitos com vários transistores: amp-op, amplificador diferencial e mais

Blocos comuns de circuitos com vários transistores: amp-op, amplificador diferencial e mais

Alguns blocos de circuitos com vários transistores são muito utilizados em aplicações da eletrônica. Aparecerão parâmetros h do transistor, como hfe e hob. Não vou explicar o que são, porque isso fugiria do objetivo de passar conceitos diretos para rápida referência. Amplificador diferencial Em um amplificador diferencial (AMPDIF) as saídas são proporcionais à diferença entre os dois sinais de entrada. Assim, podemos usar esse circuito para: * Amplificar a diferença entre os sinais das entradas; * Amplificar apenas um dos sinais de entrada, conectando a Continue lendo

Amplificadores lineares de potência de áudio-frequência, suas classes e configurações

Amplificadores lineares de potência de áudio-frequência, suas classes e configurações

Alguns dos principais tópicos sobre amplificador de potência que podem ser utilizados diversos projetos. Este artigo é mais um da série com tópicos objetivos para aplicação e referência rápida. Para compartilhar, clique no seguintes links: Facebook – Linkedin – Twitter – Google Plus Tópicos gerais Na maioria das aplicações o objetivo é fornecer a potência necessária da forma mais econômica possível. Queremos cumprir outras especificações, como: Peso; Fonte de alimentação; Limitações de tamanho; Distorção. Quando transistores são utilizados nos limites de suas faixas de operação, Continue lendo

Polarização de amplificador para encontrar o ponto ideal de operação sem distorção

Polarização de amplificador para encontrar o ponto ideal de operação sem distorção

Critérios de polarização para projetar circuitos com transistor e obter boa excursão do sinal, sem distorção. Em algumas aplicações a distorção é bem vinda. É uma sequência objetiva de conceitos para serem consultados e aplicados. Ou, ainda, para você relembrar sem perder muito tempo. Parâmetros que influenciam a polarização O ponto de operação quiescente Q em projetos práticos de circuitos transistorizados é escolhido para garantir: Operação do transistor dentro de uma faixa especificada de forma a obter linearidade; Uma possível excursão linear máxima do sinal; Continue lendo

Tópicos sobre fonte de alimentação com circuitos de aplicação e critérios práticos

Tópicos sobre fonte de alimentação com circuitos de aplicação e critérios práticos

Visão geral sobre fonte de alimentação, com dicas práticas e circuitos. Comentários sobre fontes industriais, chaveadas, blocos básicos e muito mais. Indique este conteúdo a algum conhecido que poderá se beneficiar, ou compartilhe pelos links: Facebook – Linkedin – Twitter – Google Plus Tópicos mais gerais Dois tipos especiais de fonte de alimentação são descritos abaixo: Conversores DC/DC: converte uma tensão contínua mais baixa, em uma tensão contínua maior. Por exemplo, elevar a baixa tensão de uma bateria. Conversores DC/AC: também conhecidos como inversores, convertem Continue lendo

O transistor em visão objetiva, para consultas em aplicações e referência de estudo

O transistor em visão objetiva, para consultas em aplicações e referência de estudo

Conceitos objetivos sobre transistor, para consulta rápida e aplicação geral. Frases diretas para referência geral em projetos e aplicações. Considerações iniciais O β do transistor varia em função da temperatura e varia ligeiramente com a corrente de coletor. Mesmo assim, o β é aproximadamente constante para um dado transistor. Em um transistor NPN, as tensões de polarização VEE e VCC são contrárias às do transistor PNP. Isto é importante para polarizar diretamente a junção do emissor e inversamente a do coletor. As relações entre os Continue lendo