6 importantes pontos a considerar antes de começar a montar um circuito eletrônico.

Você sabia que pode ser arriscado pegar os componentes e montar um circuito, sem fazer algumas verificações antes?

Também é muito importante usar as ferramentas certas, tanto pela segurança quanto pela agilidade na bancada.

A facilidade em adquirir a maioria dos equipamentos eletrônicos prontos e baratos pode levar muitas pessoas a pensar que ninguém precisa montar aparelhos ou que ninguém pensa mais nisso. Não é bem assim…

Quando pensamos em montar um circuito não são aqueles de uso comum, como um celular ou monitor, mas sim aqueles eletrônicos diferenciados que são difíceis de encontrar no comércio por atenderem a uma finalidade específica.

Podemos ter montagens simples para um inciante ou alguém com poucos recursos. Outras montagens já podem atingir um nível intermediário, o que exige mais recursos e conhecimentos. E as complexas, feitas por desenvolvedores e profissionais, que podem até comercializá-las com vantagens.

Saber fazer montagens eletrônicas nos permite ter algo exclusivo.

Componentes eletrônicos utilizados em montagens e equipamentos eletrônicos são muito delicados. Para obtermos o efeito desejado precisamos das ferramentas adequadas.

Antes de montar um circuito, examine o projeto

lupa de bancada para montar um circuito

Muitos montadores podem sentir-se tentados a montar algum circuito eletrônico apenas com o diagrama. Para isso, o diagrama precisa ter todas as informações que permitam ao montador obter os componentes com as especificações corretas.

Além disso, se existirem ajustes críticos ou componentes de montagem caseira, o diagrama precisará ter informações sobre como fazer isso.

Assim, temos os seguintes 6 pontos importantes a considerar nesses casos:

1- Dissipações e tolerâncias de resistores

ver a dissipação dos resistores antes de montar um circuito
Crédito da imagem: piclistbr.guidetrack.com

Na imagem, as potências dos resistores para você não descuidar da capacidade de dissipação de cada um.

Em circuitos de potência os resistores devem ter seus valores de resistência e as dissipações. Os resistores de baixos valores devem ter a potência indicada.

ver a tolerância dos resistores antes de montar um circuito
Tolerância do resistor – faixa mais à direita.

2-Identificação de terminais

identificar os terminais antes de montar um circuito

Se forem utilizados componentes poucos comuns é preciso que o diagrama mostre informações sobre a numeração de todos os seus terminais.

Em circuitos TTL e CMOS a numeração dos pinos de alimentação e terra seja omitida, então atente a isso para não deixar o circuitos sem alimentação – consulte um manual de circuitos integrados (veja aqui uma tabela com CIs equivalentes).

3-Indutores e bobinas

indutores e bobinas são críticos ao montar um circuito

Um ponto problemático em muitos projetos ao montar um circuito está na especificação de bobinas, o que ocorre principalmente com transformadores e receptores.

Se o diagrama não trouxer indicações exatas de como obter as bobinas ou suas características, a montagem será muito dificultada ou até impedida.

4-Ajustes complexos ao montar um circuito

fazer testes no circuito antes de montar

Você precisa ter os aparelhos corretos para as montagens mais complexas, pois não vai adiantar montar um circuito (aparelho) e só depois perceber que ele não pode ser ajustado corretamente para funcionar.

Um instrumento de medição poderoso para fazer ajustes é o osciloscópio. Por exemplo, com ele podemos:

  • Visualizar formas de onda em vários pontos do circuito.
  • Medir tensões para descobrir com circuito ou componente não está funcionando.

Está gostando? Então cadastre-se na minha lista de membros vips (é grátis) para receber materiais e super dicas exclusivos. Para isso, cadastre seu e-mail no espaço abaixo.

Cadastre-se e você será priorizado

5-Tensões e tipos de capacitores

prestar a tensão nos tipos e tensões nos capacitores antes de montar um circuito

Dependendo da aplicação os capacitores podem ser críticos, exigindo tipos especiais. É interessante que o diagrama indique o tipo de capacitor nos pontos mais críticos.

Os tipos de capacitores comercialmente disponíveis diferem basicamente pelo material do dielétrico e das placas (eletrodos) e pela forma construtiva.

6-Componentes problemáticos

procurar por componentes raros antes de montar um circuito eletrônico

Para evitar desperdício de dinheiro e tempo veja sempre se os componentes mais críticos podem ser encontrados, e só depois compre os outros. Não atentar para isso pode deixar sua montagem parada e sem poder ser terminada.

Existe a possibilidade de usar um componente equivalente. Para isso, o datasheet (folha de dados) do fabricante pode ajudar.

Conferir a montagem após montar um circuito

conferir o diagrama eletrônico depois de montar um circuito

É importante saber conferir uma montagem ou examinar uma placa de circuito impresso a partir do diagrama.

Uma boa forma de detectar falhas de montagem e problemas num aparelho é através do diagrama.

  • Conferir as montagens: é comum trocar os valores de um ou outro resistor ou capacitor, ou confundir códigos, pro exemplo confundir BC548 (transistor NPN)  com BC558 (transistor PNP). Alguns transistores aparecer com o código trocado, então pode ser uma boa prática medir com um multímetro – veja abaixo a imagem.
  • Verificar se os transistores e circuitos integrados estão ligados corretamente. Atenção, porque nem sempre o terminal do meio de um transistor é a base.
  • Verificar os acoplamentos (componentes por onde passam os sinais).

Conclusão: dependendo da aplicação, montar um circuito requer experiência e cuidado.

montar um circuito complexo exige experiênciaPodemos ficar na expectativa para ver o circuito funcionando, o que pode gerar ansiedade e com isso erros e falhas indesejadas.

É importante pesquisar vídeos sobre o assunto e buscar ajuda em fóruns especializados, caso você seja iniciante. Mas mesmo se você já tiver experiência, pode ser que você tenha dificuldade em algo mais especializado ou profissional.

Quando medimos o circuito ligado, por exemplo, com um multímetro, existe aquele detalhe chato de encostar sem querer em mais de um componente, dando um curto-circuito. Acontece mesmo com pessoas experientes.

Então, nunca é demais tomar as devidas precauções.